quarta-feira, 7 de setembro de 2011




Ela quer : Um sms na madruga, um texto que no fim tenha um “eu te amo”, um “quer casar comigo” inesperado, e sim ela quer um garoto forte. Mas não forte de músculos, forte no coração, um garoto lindo, mas lindo nas palavras. Ela quer uma ligação no meio da noite que não diga nada e só se ouça a respiração, talvez as únicas coisas que um garoto precise em especial para conquistá-la é dar atenção, amor, carinho, que goste do seu sorriso ao invés do seu corpo, do seu abraço ao invés do seu beijo, que saiba brincar com ela e fazê-la rir 5 segundos depois de chorar e que consiga fazer tudo isso sem esforço nenhum, só sendo ele mesmo.

Ele quer : Um abraço que o conforte quando tudo à sua volta está de pernas para o ar, um sorriso que seja capaz de contagiá-lo e fazê-lo sorrir também, um beijo que o faça esquecer o mundo a sua volta, um colo e um cafuné em uma tarde de domingo; alguém que mesmo que não goste de futebol, sente ao seu lado para assistir a uma partida; alguém que ria das piadas mais sem graças; alguém que cuide dele quando está doente; alguém que se preocupe com os seus sentimentos e que não o machuque como outras já fizeram; alguém que consiga fazer tudo isso sem esforço nenhum, só sendo ela mesma.

terça-feira, 6 de setembro de 2011


Crie laços com as pessoas que lhe fazem bem, que lhe parecem verdadeiras. E desfaça os nós que lhe prendem aquelas que foram significativas na sua vida…. mas infelizmente, por vontade própria, deixaram de ser….
Nó aperta, laço enfeita…
Simples assim.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

"Não vivo mais numa eterna busca, vivo um dia de cada vez. O final do meu arco-íris é bem debaixo do meu nariz. Minha vida é desalinhada, não sou de farra, nem boa pra casar. Sou do avesso, me gosto assim. Acredito no amor, escolhi viver assim. Valorizo até a menor das intenções. A boa fé. Acredito mais no presente. Do futuro, desconfio muito. Acredito quando a conversa é com os olhos. Acredito no que a alma fala. Na verdade, exagero demais na risada que só frouxa quando o vento é forte e estoura em risada outra vez."

A vingança nem sempre e a melhor escolha ;;;

As vezes passamos por muito tempo pensando numa forma de fazer alguém 'pagar' por aquilo que de uma certa forma nos fez MAL. Sem nem ver que o que realmente nos faz mal e o sentimento de vingança.

Alguém te fez chorar? Aprenda a crescer com elas¹

Alguém tramou contra você?

Usou, abusou ou traiu de alguma forma sua confiança?

- Seja grande, seja forte, seja firme.

Aprenda a crescer com o que te faz chorar, aprenda a usar as lágrimas como um ritual de crescimento. Onde todos aqueles que desejaram sua queda verão que você e mais que tudo isso.

A maior prova de que é um ser humano melhor e deixar aqueles que querem teu mal entristecerem com sua vitória.

Triste e deixar o sentimento da vingança crescer e se estabelecer dentro de nós. Triste e ver que isso não te levará a nada!

Seja superior, seja forte ...

Se hoje te desejam o mal fique tranquilo e espere que Deus e a vida trará tua recompensa!

O orgulho ferido leva ao rancor, que leva à vingança e ao mal caráter...
Não deixe esses sentimentos ruins acabarem com sua integridade física e mental.
Não queira discutir um assunto, que não resultará em algo positivo...
Portanto:
Deixe-o pensar que tem razão...
Deixe-o pensar que suas palavras de má fé não estão o ferindo, afirmando algo que não corresponde à verdade, feita simplesmente com a intenção de enganar e assim, vangloriar-se de sua própria elegância...
Não o estimule para um combate...
Desconsidere os efeitos nocivos da futilidade...
Sinta-se bem consigo mesmo, e deseje muito que o indivíduo reflita e enxergue seus próprios erros, caso contrário...a vida o fará enxergar.

E como já dizia o seu Madruga: A vingança nunca e plena. Mata a alma e a invenena!!!
O mundo é cheio de surpresas, então porque correr? É bem melhor caminhar, prestando atenção aonde pisamos, pois quem corre nunca chega aonde quer, e dando um passo de cada vez, garanto que irá muito mais além da onde você queria chegar.

terça-feira, 23 de agosto de 2011


E se todos os meus sonhos fossem tão encantadores assim, confesso que acharia um jeito de ficar dormindo pra sempre. Tão solene, tão celeste, e tão preciso o efeito que causa em mim. Não sei o que acontece, talvez seja o medo que impeça que tudo der certo. Medo de não ser ‘o alguém perfeito’, mal sabes que tudo que eu preciso é de alguém como você. Com todo esse jeito convencido que você tem quando fala sobre você, com esse jeito manhoso que invade até as entranhas mais profundas de minha alma. Foi por esse jeito que um dia pensei estar apaixonada, e mesmo descobrindo que não, sei que te quero. Quero toda aquela sensação que sinto quando você olha pra mim e sorri na véspera de um beijo. Quero aqueles palavrões que te digo e que você me diz sem medo. Quero você, é isso, e mais nada












A certeza que tinha hoje já não tenho mais. Os caminhos tornam-se incertos daqui pra frente. É por isso que eu sigo quieta, serena e sorrateira. Faço com que pessoas não notem nada, nem se quer percebam que tem algo mudando. Quero fazer as coisas que sempre tive vontade, e não contar nada pra ninguém, deixar que a vida me leve e que ninguém me siga. 







É sempre assim, ou você da o melhor de si e ninguém percebe, ou você erra por minimo que seja e, é alvo de julgamentos… Junior Araujo

É sempre assim, ou você da o melhor de si e ninguém percebe, ou você erra por minimo que seja e, é alvo de julgamentos

sábado, 20 de agosto de 2011






Às vezes sinto que sou espécie de atalho: ajudo no caminho sem nunca ser o ponto de chegada. Não sou destino, apenas distração. É a mim que recorrem os interessados em outras. Usam-me para teste, fazem-me de ensaio, levam minha proteção e cospem minha carne mastigada quando já não lhes serve mais. Devolvem um coração pisoteado que depois só pensa em se fechar de vez para qualquer sentimento do mundo.
Eu ensino amor. Permita-se, eu digo, seja livre dos conceitos alheios e encha o peito de verdades, sinta. E quando finalmente compreendem o que estou dizendo, compartilham isso com outra pessoa. Entregam meu amor, o amor que eu criei, para alguém mais simples e de riso fácil, que não se sente só no meio dos outros. Tudo bem, eu entendo. Porque é chato ficar perto de quem nunca se satisfaz. É cansativo lidar com tanta melancolia. Mas tem mais que isso dentro de mim. Tem um cansaço que só quer um colo pra se desfazer. É isso, minha cura é um abraço. Dois braços, um coração, e o que mais vier junto.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Quem não te procura, não sente sua falta. Quem não sente sua falta, não te ama. O destino determina quem entra na sua vida, mas é você quem decide quem fica nela. A verdade dói só uma vez, e a mentira a cada vez que você lembra. Há três coisas na vida que nunca mais voltam: as palavras, o tempo, e as oportunidades. Então, valorize quem te da valor e não trate como prioridade a quem te trata como opção.

"Posso ser cheia de dúvidas, mas se tem uma coisa que não faz parte da minha vida é a paralisia. Você até pode me ver reclamar,berrar, me contorcer, mas de maneira nenhumavai me ver calar, aceitar e meconformar com o que não for bom pra mim. Posso sentir meu passo lento, meu caminho incerto, mas você nunca vai me ver noacostamento esperando alguém passar pra me levar na garupa. Eu vou nem que eu tenha que ir andando, nem que eu tenha que voltar pra arrumar outra forma de ir de novo.

Na vida, meu caro, não dá pra deixar barato. Arriscar é preciso.
Então, segue a risca ________ mas não deixa sua história em branco.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Esquece. Não vou atrás de ninguém. Não mais. Ontem eu quis desesperadamente a sua companhia lá naquele banco da praça, quis ficar ali com você a noite toda se pudesse. E quando fui embora pensei em te ligar, dizer pra voltar amanhã, vir me fazer sorrir. Mas não. Hoje eu acordei e pensei que seria melhor não, eu não quero me apegar em ninguém, não quero precisar de ninguém. Quero seguir livre, entende? mesmo que isso me faça falta, alguém pra me prender um pouquinho. Vou me esquivar de todo sentimento bom que eu venha a sentir, não levar nada a sério mesmo. Ficar perto, abraçar de vez enquando, sentir saudade, gostar um pouquinho*. Mas amar não, amar nunca, amar não serve pra mim. Prefiro assim!
Eu gosto das pessoas com prazo de validade determinado. Gostei do escorpiano porque fatalmente ele esqueceria o motivo de me amar depois do desafio de me conquistar. Gostei do que morava longe porque dia tal de janeiro o verão acabava para nós e a serra era muito íngreme pra alguma coisa além de amizade resistir. Gosto dos que me cruzam o caminho pelo risco de nunca mais me encontrar com eles.

Estar com alguém me faz sentir falta de mim mesma. Sinto falta da minha personalidade, das minhas vontades, dos meus pensamentos. Faz falta minha liberdade de sentir.

Quando estou com alguém parece que nunca chega o momento de descer do palco. É bom estar no foco, mas uma hora eu tenho que tirar a maquiagem e agradecer o elenco. Obrigada, figurantes. Adeus, tentativa de alegria, vou ali reclamar um pouquinho, só pra exercitar.

É que tudo isso é muito novo pra mim; dividir medos. Dividir soluções pros meus medos. Eu nunca fiz isso. Quando alguma coisa tá errada, eu arrumo um jeito de conviver com isso sem atrapalhar ninguém. Mas daí chega você e quer consertar o que está errado. Isso é lindo, mas eu tenho medo de não saber lidar com as coisas do jeito que elas são, fora da realidade que eu criei.
Eu só quero que acabe logo pra virar texto. Só quero que seja o menos doloroso possível, pra mim, pro resto do mundo. Eu me acostumei tanto em ser sozinha que já não sei mais ter alguém. Eu sempre resolvi toda minha dor por dentro, criei métodos de implodir o que me deixa mal. Não quero dividir. É tudo meu. Todo o meu podre é meu e ninguém mais leva. E não faz nada pra tentar me deixar feliz. Eu não quero estar feliz. Eu gosto de reclamar, de me conformar e dizer "tudo bem, eu sou assim". Não diz que eu fico linda assim. Não diz que se adapta ao meu jeito estranho de ser. Eu sei que eu sou chata, mas eu me suporto e me basto. Sozinha.

Complicados?

As promessas estão todas aí. Posso escolher aquele que vai me amar incondicionalmente e me colocar num pedestal, que vai tentar encher minha vida de luz e sorrisos e não vai se conformar com minhas meias alegrias. Basta responder um chamado, basta eu dizer sim. Mas tudo que vem fácil, vai difícil. E minhas tentativas de gostar das pessoas já me esgotaram. Não quero começar mais nenhuma relação que eu já conheço o script: eu me encanto, ele se apaixona, eu me esforço pra gostar, ele tenta me conquistar, eu me culpo, ele sofre. Tudo isso gasta energia, me desilude e me deixa cada vez mais fechada. Fico achando que então devo me interessar pelos que não vão gostar de mim logo de cara, porque aí eu é que sofreria e quem sabe assim eu conseguisse me fixar.

E a razão vai tomando conta de mim de novo. Como vou tropeçar se sempre calculo meus passos? Como vou me entregar se sempre calculo meus braços? Eu não vejo mais encanto em ninguém, não me iludo por palavras que teriam tudo pra me agradar.

E eu quero mesmo é o complicado. Aquele que não olha em volta porque tomou o maior pé na bunda da história e não quer mais saber de mulher. Aquele que minha família odiaria e que em pouco tempo eu enjoaria porque não tenho assunto pra falar, mas que na verdade não faço questão que abra a boca pra isso. Eu quero o esquisito. Aquele que não me faz preocupar com concorrência porque eu sou a única que viu e gostou. Que se fecha tanto no seu mundinho que nem percebe minha existência.

E de repente, o complicado se torna fácil. Olhou pra mim, esqueceu a ex, aprendeu a gostar do que eu gosto. Virou só mais um final. Já deu tempo de me apegar, de ficar com medo de terminar. Mas não tem jeito: nessa história toda, a única complicada sou eu.
Vou deixar você procurar em todas o que você só vai achar em mim, mas não vou te esperar. Quando você perceber, será tarde demais. Mas eu deixo você olhar, porque você é lindo calado e eu falo para um plateia inteira. Se algum dia Manequim for objeto de palco, a gente se encontra.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

"Não vivo mais numa eterna busca, vivo um dia de cada vez. O final do meu arco-íris é bem debaixo do meu nariz. Minha vida é desalinhada, não sou de farra, nem boa pra casar. Sou do avesso, me gosto assim. Acredito no amor, escolhi viver assim. Valorizo até a menor das intenções. A boa fé. Acredito mais no presente. Do futuro, desconfio muito. Acredito quando a conversa é com os olhos. Acredito no que a alma fala. Na verdade, exagero demais na risada que só frouxa quando o vento é forte e estoura em risada outra vez."



Quando Deus te tira algo, ele não está punindo-o, mas apenas abrindo suas mãos para receberem algo melhor. A Vontade de Deus nunca irá levá-lo aonde a Graça de Deus não possa protegê-lo. Algo de bom vai acontecer com você! Algo que você vem esperando acontecer.


“Então, não perca seu tempo comigo. Eu não sou um corpo que você achou na noite. Eu não sou uma boca que precisa ser beijada por outra qualquer. Eu não preciso do seu dinheiro. Muito menos do seu carro. Mas, talvez, eu precise dos seus braços fortes. Das suas mãos quentes. Do seu colo pra eu me deitar. Do seu conselho quando meu lado menina não souber o que fazer do meu futuro. Eu não vou te pedir nada. Não vou te cobrar aquilo que você não pode me dar. Mas uma coisa, eu exijo. Quando estiver comigo, seja todo você. Corpo e alma. Às vezes, mais alma. Às vezes, mais corpo. Mas, por favor, não me apareça pela metade. Não me venha com falsas promessas. Eu não me iludo com presentes caros. Não, eu não estou à venda. Eu não quero saber onde você mora. Desde que você saiba o caminho da minha casa. Eu não quero saber quanto você ganha. Quero saber se ganha o dia quando está comigo.”

Ela vai ...

... sorrir, vai ter um brilho diferente no olhar, vai ficar com vergonha. Ela vai jogar charme, vai rir das suas bobeiras, vai usar aquele perfume maravilhoso. Ela vai se preocupar com você, vai telefonar, vai mandar mensagens, emails. Ela vai sentir saudades, vai estar irresistível, vai te deixar com ciúmes. Ela vai querer abraços, vai querer atenção, vai desejar compreensão. Ela vai te apoiar, te incentivar, vai estar do seu lado, vai enxugar as suas lágrimas. Ela vai te irritar, vai te morder, vai fazer aquela carinha que sempre te convence, vai cantar pra você. Ela vai querer colo, vai te dar presentes, vai sussurrar no seu ouvido, vai fazer você querer viver. Ela vai amar seu cheiro, vai segurar sua mão, vai sonhar com você, vai te prender. Ela vai se importar, vai parecer frágil, vai parecer a coisa mais importante da sua. Ela vai ser sua vida.



Esse só é mais um daqueles dias em que ela acorda e vê a vida. Tão cansada de tudo, cheia de pensamentos enraizados na mente. Há tempos ela vem vivendo uma vida que não é sua. Guarda um sentimento triste, uma angústia. Nunca se sente completamente feliz. Todos os dias, ao entardecer, ela sente que sua vida vai se acalmar. Talvez seja o calmo por do sol, ou quem sabe aquela brisa do anoitecer que á deixe assim. Calma e lentamente ela aguarda a chegada da noite, para que ninguém possa julgá-la, nada de desaforos, nada de brigas, nada de pessoas que não fazem a menor diferença. Só ela, seu travesseiro, sua cama, e seu coração. Nunca foi de seu costume usar a cama adequadamente, sempre adormece virada pra janela, observando as estrelas, tentando cada dia mais ficar um pouco mais próxima de Deus. Apesar de tudo, ela vive. Ela espera, e luta acima de tudo. Ela se torna a calma diante da fúria, o feixe de luz que invade aos poucos e lentamente a escuridão, vira uma estrela, aquela mais brilhante, e acima de tudo espera seu momento. Espera o momento em que ela descubra o porquê lutou até chegar aqui, espera pela felicidade, ela busca a felicidade. Enfrentando a luta de todos os dias ela se esconde, cria uma cópia perfeita de pele que reveste cada fraqueza, uma camada dura que faz com que ela suporte a cada dia sem desabar. Poucos, aqueles poucos, tem acesso livre a seu coração, poucos conseguem fazer com que ela guarde sua armadura e seja somente ela, somente uma menina tímida e cheia de sonhos. Sonhos que ela já duvida se existem. Sonhos que ela usa como desculpa por continuar vivendo. No fim de tudo, ela fecha os olhos, e adormece, não somente cai. Ela dorme depois de lágrimas que vieram, lágrimas antigas, mas que a cada dia purificam sua alma cansada e triste.





“Muita coisa que ontem parecia importante ou significativa amanhã virará pó no filtro da memória. Mas o sorriso (…) ah, esse resistirá a todas as ciladas do tempo.”
Hoje em dia estou assim: Não quer? - Não faz!
Não gostou? - Não olha!
Quer ir embora? Vá com Deus!
E quer saber mesmo de uma coisa? -- Foda-se


quarta-feira, 3 de agosto de 2011

A gente nunca sabe o que nos espera. Eu por exemplo, não esperava me decepcionar tantas vezes com pessoas importantes na minha vida e me decepcionei. Não há como saber o que vai acontecer no futuro, ainda que esse futuro seja daqui a 5 minutos. Tudo muda. Para pior, para melhor, que seja, mas muda. Ainda bem que muda, inércia é uma coisa muito sem graça. Fazer planos não funciona direito porque a vida real não é como a ficção, não segue um roteiro pré-definido e raramente responde de forma positiva à todas as nossas expectativas. Mesmo assim eu faço os meus, e devo confessar, você está em todos eles. Imagino cenas cotidianas extremamente simples, porém lindas e perfeitas ao seu lado.Imagino um vestido de noiva, um par de alianças, algumas lágrimas soltas e uma porção de sorrisos. Imagino uma praia bonita, passos marcados na areia, eu você e o pôr-do-sol. Decoro nossa casa milimetricamente, sem deixar escapar sequer um mísero detalhe do abajur  ao lado da cama. Imagino um cachorro e pelo menos uns 2 serezinhos pequenos e bagunceiros o puxando pelo rabo. Brigaríamos, passaríamos por momentos difíceis, pensaríamos em desistir. Você ficaria cansado de tudo, encostaria o rosto nas mãos e os cotovelos nos joelhos e quando levantasse a cabeça, veria as minhas mãos esticadas, esperando as suas e juntos encontraríamos uma saída. Jamais fracassaríamos. Teríamos sempre o apoio um do outro. Você seria meu e eu seria sua. Viveríamos uma espécie de conto de fadas adaptado. É difícil entender como o incerto nos atrai. Eu faço planos para nós dois. Aliás, eu planejo a minha vida própria vida e te incluo nela sem ao menos saber se esse é o seu desejo, mas ainda que tudo isso não passe de um sonho, admito que sou feliz só por ter te conhecido e por poder te colocar no roteiro da minha vida

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Nada é eterno !! #FATO


Sempre acho que namoro, casamento, romance… tem começo, meio e fim. Como tudo na vida.  Detesto quando escuto aquela conversa:
- Ah, terminei o namoro…
- Nossa, estavam juntos há tanto tempo…
- Cinco anos…. Que pena… Acabou…
- É… Não deu certo…
Claro que deu! Deu certo durante cinco anos, só que acabou. E o bom da vida, é que você pode ter vários amores. Não acredito em pessoas que se complementam. Acredito em pessoas que se somam. Às vezes você não consegue nem dar cem por cento de você para você mesmo, como cobrar cem por cento do outro? E não temos essa coisa completa. Às vezes ela é fiel, mas é devagar na cama. Às vezes ele é carinhoso, mas não é fiel. Às vezes ele é atencioso, mas não é trabalhador. Às vezes ela é muito bonita, mas não é sensível. Tudo junto, não vamos encontrar. Perceba qual o aspecto mais importante para você e invista nele. Pele é um bicho traiçoeiro. Quando você tem pele com alguém, pode ser o papai com mamãe mais básico que é uma delícia. E às vezes você tem aquele sexo acrobata, mas que não te impressiona. Acho que o beijo é importante, e se o beijo bate, se joga… Se não bate… mais um Martini, por favor… E vá dar uma volta. Se ele ou ela não te quer mais, não force a barra. O outro tem o direito de não te querer. Não brigue, não ligue, não dê pití. Se a pessoa tá com dúvidas, problema dela, cabe a você esperar… ou não. Existe gente que precisa da ausência para querer a presença. O ser humano não é absoluto. Ele titubeia, tem dúvidas e medos, mas se a pessoa realmente gostar, ela volta. Nada de drama. Que graça tem alguém do seu lado sob pressão? O legal é alguém que está com você, só por você. E vice-versa. Não fique com alguém por pena. Ou por medo da solidão. Nascemos sós. Morremos sós. Nosso pensamento é nosso, não é compartilhado. E quando você acorda, a primeira impressão é sempre sua, seu olhar, seu pensamento. Tem gente que pula de um romance para o outro. Que medo é este de se ver só, na sua própria companhia? Gostar dói. Muitas vezes você vai sentir raiva, ciúmes, ódio, frustração… faz parte. Você convive com outro ser, um outro mundo, um outro universo. E nem sempre as coisas são como você gostaria que fosse. A pior coisa é gente que tem medo de se envolver. Se alguém vier com este papo, corra, afinal você não é terapeuta. Se não quer se envolver, namore uma planta. É mais previsível. Na vida e no amor, não temos garantias. Nem toda pessoa que te convida para sair é para casar. Nem todo beijo é para romancear. E nem todo sexo bom é para descartar… ou se apaixonar… ou se culpar. Enfim…quem disse que ser adulto é fácil?”
- Arnaldo Jabour.

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Sou tradicional ...

Sou convencional, apesar de não ser normal. Se eu me corto, eu sangro. Se bato o dedo no pé da mesa, dói. Sou uma pessoa comum. Acredito no até que a morte nos separe e também noeterno enquanto dure. Acredito que, se eu sou capaz de ser fiel, alguém mais pode ser. Acredito que eu não sou uma laranja, mas preciso da minha outra metade pra me sentir inteira. Valorizo as pequenas atitudes, assim como condeno pequenas mancadas. Sou rancorosa, guardo por anos uma coisa que me magoou de verdade.Sei perdoar. Passo por cima dos erros pra ficar junto das pessoas que eu gosto.Tenho meus limites. O primeiro deles é meu amor-próprio. Perdôo uma vez, porqueerrar é humano. Perdôo duas porque o ser humano é estúpido às vezes. Mas não posso viver perdoando porque isso seria incompetência minha. Acredito que as pessoas aprendem com os próprios erros e com o tempo. Acredito também que quem traiu uma vez e foi perdoado vai trair de novo. Acredito que aquelas pessoas que vivem falando mal dos outros vão falar mal de você com esses outros. Acredito que as pessoas só mudam por vontade própria e nunca pelo pedido de outra pessoa. Acredito que tudo que eu acredito hoje vai mudar com o tempo. E que, no futuro, talvez, eu acredite em menos coisas. Ou em nada mais!

terça-feira, 26 de julho de 2011

Me deixa fazer você entender que eu gosto de mim e quero ser preservada. Me deixa de fora de suas mentiras e dessa conversa fiada. Eu sou uma espécie quase em extinção: eu acredito nas pessoas. E eu quase acredito em você. Não precisa gostar de mim se não quiser. Mas não me faça acreditar que é amor, caso seja apenas derivado. Não me diga nada. (Ou me diga tudo). Não me olhe assim,você diz tanta coisa com um olhar. E olhar mente, eu sei! E eu sei por que aprendi. Também sei mentir das formas mais perversas e doces possíveis. (Sabia?) Mas meu coração está rouco agora. GRAVE! Você percebe? Escuta só como ele bate. O tumtumtum não é mais o mesmo. Não quero dizer que o tempo passou, que você passou, que a ilusão acabou, apesar de tudo ser um pouco verdade. O problema não é esse. Eu não me contento com pouco. (Não mais). Eu tenho muito dentro de mim e não estou a fim de dar sem receber nada em troca. Essa coisa bonita de dar sem receber funciona muito bem em rezas, histórias de santos e demais evoluídos do planeta. Mas eu não moro em igreja, não sou santa, não evoluí até esse ponto e só vou te dar se você me der também."



Quem sente falta: Corre Atras, Te Liga, Te procura, Dá um jeito. 
Quem Não sente Falta Diz: Nossa Quanto Tempo?? Você Sumiu!!!!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

~> Um, dois e ...

quando me dou conta,já fui, me joguei antes de contar até  três, disse o que não era para ser  dito, fiz coisas que não era para ter  feito. Me arrebento  rápido,  nem dói de tão ligeiroMentira, dói de qualquer jeito ...
“Você terá três tipos de pessoa na sua vida: 
- Um AMIGO (aquela pessoa que você terá sempre em grande estima,  que você sabe que poderá contar sempre, que bastará você insinuar que está precisando de ajuda  e a ajuda está sendo dada)
- Um AMANTE (aquela pessoa que faz o seu coração pulsar, que fará com que você flutue  e nada importará quando vocês estiverem juntos) 
- Uma PAIXÃO (aquela pessoa que você desejará incondicionalmente,  às vezes nem lhe importando se ela lhe quer ou não)
Mas, se você conseguir reunir essas três pessoas numa só  - pode ter certeza:  Você encontrou o amor.”
Quando estamos no chão, quando estamos derrotados, quando estamos nos sentindo fracassados são poucas as pessoas que nos estendem uma mão amiga. O engraçado é que quando estamos com dinheiro e com saúde o que não faltam são ‘amigos’, daí é só as coisas começarem a apertar e os apertos de mãos também diminuem. E é nesse instante que tu percebe quem é de verdade e quem é de mentira. E quer saber? Agradeço à Deus pelos momentos difícies que passo e tô passando, só assim eu vejo quem é que me quer bem de verdade, quem é que está ao meu lado e quem é que vai me estender uma mão quando eu precisar. E no final, no final metade dos números da tua agenda desaparecerão, os teus contatos no MSN nem vão mais se importar tanto contigo, o teu número de seguidores no twitter nem vai fazer tanta diferença assim, mas no final cara, no final quando tu tiver alguns poucos e verdadeiros amigos ao teu lado, ISSO SIM FARÁ TODA A DIFERENÇA ;) Lembre-se que quantidade não é qualidade. E mais vale um amigo na hora da tristeza, do que dez na hora da alegria.

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Sorte e escolhas bem feitas !!


Pessoas consideradas inteligentes dizem que a felicidade é uma idiotice, que pessoas felizes não se deprimem, não têm vida interior, não questionam nada, são uns bobos alegres, enfim, que a felicidade anestesia o cérebro.
Eu acho justamente o contrário: cultivar a infelicidade é que é uma burrice. O que não falta nessa vida é gente sofrendo pelos mais diversos motivos: ganham mal, não têm um amor, padecem de alguma doença, sei lá, cada um sabe o que lhe dói.
Todos trazem uns machucados de estimação, você e eu inclusive. No que me diz respeito, dedico a meus machucados um bom tempo de reflexão, mas não vou fechar a cara, entornar uma garrafa de uísque e me considerar uma grande intelectual só porque reflito sobre a miséria humana. Eu reflito sobre a miséria humana e sou muito feliz, e salve a contradição.

Felicidade depende basicamente de duas coisas: sorte e escolhas bem feitas.

Tem que ter a sorte de nascer numa família bacana, sorte de ter pais que incentivem a leitura e o esporte, sorte de eles poderem pagar os estudos pra você, sorte por ter saúde. Até aí, conta-se com a providência divina. O resto não é mais da conta do destino: depende das suas escolhas.
Os amigos que você faz, se optou por ser honesto ou ser malandro, se valoriza mais a grana do que a sua paz de espírito, se costuma correr atrás ou desistir dos seus projetos, se nas suas relações afetivas você prioriza a beleza ou as afinidades, se reconhece os momentos de dividir e de silenciar, se sabe a hora de trocar de emprego, se sai do país ou fica, se perdoa seu pai ou preserva a mágoa pro resto da vida, esse tipo de coisa.
A gente é a soma das nossas decisões, todo mundo sabe. Tem gente que é infeliz porque tem um câncer. E outros são infelizes porque cultivam uma preguiça existencial. Os que têm câncer não têm sorte. Mas os outros, sim, têm a sorte de optar. E estes só continuam infelizes se assim escolherem.

Desaprender ....

Quem se apaixonou por um falsário, tem que desconstruí-lo para se desapaixonar. É um sufoco. Exige que você reconheça que foi seduzido por uma fantasia, que você é capaz de se deixar confundir, que o seu desejo de amar é mais forte do que sua astúcia. Significa encarar que alguém por quem você dedicou um sentimento nobre e verdadeiro não chegou a existir, tudo não passou de uma representação – e olha, talvez até não tenha sido por mal, pode ser que esta pessoa nem conheça a si mesma, por isso ela se inventa.

A gente resiste muito a aceitar que alguém que amamos não é, e nem nunca foi, especial. Que sorte quando a gente sabe com quem está lidando: mesmo que venha a desamá-lo um dia, tudo o que foi construído se manterá de pé

Engole essa ;)

 
Tentar me entender foi um grande desperdício de tempo.
 
Deus não me deu esse estômago enjoado, essa alergia encantada de vida e esse coração disparado à toa. Eu devo ser especial, eu devo ter algum talento. Não, eu não quero ser medíocre, não eu não quero desistir, não quero optar pelo caminho mais fácil, não quero que a energia negativa me enterre.
Tô esperando o dia que isso vai passar. Tô esperando acabar, passar, morrer, sangrar até o fim. Esperando o tempo que acalma chamas com seus ventos de mil pés distantes. Esperando alguém que ocupe, distraia, desacorrente, solte, substitua, torne nada demais. Esperando não sentir mais ódio e nem tesão e nem ciúme e nem saudade. Esperando porque é o que resta mesmo, não é falta de coragem, não é de se fazer, é de se sentir e só. Nem sempre a força de um amor é pra sair às ruas, pra viver histórias. (…) Mas você erra quando acha que alguém resolve um amor. O amor é que, se tivermos coragem pra deixar, resolve aos poucos a gente.

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Todos os dias quando acordo, a primeira coisa que faço é sentir a sua falta.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Não se engane, seja o que é. Mentir para você mesmo não dá certo.
Não se apegue ao passado, não apresse o futuro, viva o presente. O importante não é o ontem, nem o amanhã, mas sim o hoje.
Se você tivesse chegado antes, eu não teria notado. Se demorasse um pouco mais, eu não teria esperado. Você anda acertando muita coisa, mesmo sem perceber. Você tem me ganhado nos detalhes e aposto que nem desconfia. Mas já que você chegou no momento certo, vou te pedir que fique. Mesmo que o futuro seja de incertezas, mesmo que não haja nada duradouro prescrito pra gente. Esse é um pedido egoísta, porque na verdade eu sei que se nada der realmente certo, vou ficar sem chão. Mas por outro lado, posso te fazer feliz também. É um risco. Eu pulo, se você me der a mão.
A saudade é a nossa alma dizendo para onde ela quer voltar.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Não fique triste pelas pessoas que te abandonaram. Todos que se perdem no caminho são aqueles que não resistiriam com você até o final.
Ou você acaba com as ilusões,ou elas acabam com você.
Gostoso mesmo é quando tudo acontece por acaso. Sem data, sem horário, apenas coincidências, ou então destino.

As coisas passam....

E o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora. Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará. Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa - nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade. Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante. Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Não tenho medo do que possa acontecer. Aprendi a andar no escuro, a viver com os olhos abertos. Escolhi não me iludir, não me importar.
“O amor é uma máquina do tempo, e todo desejo, é desejo de voltar. E encontrar no amor as pessoas de quem gostávamos (…) mas não é só isso, querer voltar ao passado é querer transformar esse passado quantas vezes forem necessárias.”

Inconstante, super conversadeira, cheia de manias, fresca, chata, quase anti-social. Ás vezes tímida, ás vezes louca, ás vezes atirada, ou não. Não gosto de me sentir sufocada. Tenho nojo de falsidade ou qualquer coisa desse tipo. Tenho fases que nem a lua, ás vezes nem eu mesma me entendo. Hoje, quero muito. Amanhã? talvez. Não dou trabalho. Não levo desaforo pra casa, pareço boazinha, mas pisa no meu calo, pra ver só… Ás vezes sensível, ás vezes fria. Defeitos? muitos. Mas acredito que minhas qualidades superam esses defeitos. Achava que esse meu jeitinho me incomodava, mas agora vejo que é isso que eu sou, de verdade, é minha essência, meu caráter, e quer saber? Eu adoro ser assim.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Eu, você e todas nós queremos intimidade mas evitamos contatos muito íntimos. Não queremos nos machucar, mas usamos sapatos que nos machucam. A gente quer e não quer o tempo todo. Será que durante uma caminhada de uma esquina à outra, em um único quarteirão, é possível acontecer uma paixão, uma descoberta? Quantos metros precisamos percorrer, quantos dias devemos esperar, em que momento da nossa vida irá se realizar o nosso maior sonho e, uma vez realizado, teremos sensibilidade para identificá-lo? O nosso desejo mais secreto quase sempre é secreto até para nós mesmos.
É difícil esperar por algo que você sabe que nunca poderia acontecer, mas é mais difícil de largar, quando é a única coisa que você quer.
Na verdade era só um acordar da alma. Não acredito em botões mágicos nem em choros revitalizantes. Eu acredito em fé, em vontade de mudar, de crescer, de fazer de novo ou de fazer-se novo.
- dou uma piscadinha para DEUS e digo: Tomara que as nossas vontades coincidam !